Artigos

menos de 1 minuto Quando se trata de parecer mais esperto, falar é melhor que escrever, porque a escrita não possui as “pistas paralinguísticas” que nos dizem sobre coisas como: INTELIGÊNCIA, EMOÇÃO, PENSAMENTO E TOM DE VOZ. Nesse sentido não é tanto sobre o que falar, e sim como falar. Um estudo de 2012 por Impressões Quantificadas sobre como as vozes influenciam a percepção de outros: 23% dos participantes disseram que a qualidade da voz do falante influencia sua opinião. 11% disseram que era o conteúdo Continue lendo